Significado da expressão "corredor polonês"

Corredor polonês é a expressão comumente utilizada para denominar uma passagem estreita formada por duas fileiras de pessoas que se colocam lado a lado, uma defronte à outra, com a intenção de castigar quem tenha de percorrê-la. A expressão faz referência à região transferida por parte da Alemanha para a Polônia ao fim da Primeira Guerra Mundial, em virtude da assinatura do Tratado de Versalhes. O Corredor Polonês dividiu a Alemanha ao meio, isolando a Prússia Oriental do resto do país. Através de uma extensão de 150 quilômetros e largura variável entre 30 a 80 quilômetros, permitiu que os poloneses circulassem livremente em território alemão, bem como possibilitou o acesso da Polônia ao Mar Báltico. Posteriormente, tanto o Corredor quanto a Prússia foram incorporados ao território polonês. A disputa pela região do Corredor Polonês provocou inúmeros atritos entre os dois países. Em 1939, durante a invasão da Alemanha à Polônia, os poloneses foram encurralados pelos alemães, os quais se posicionavam dos dois lados do Corredor e atiravam contra os poloneses, que estavam no meio.

Como saber se o substantivo é masculino ou feminino?

Via de regra define-se o gênero ao qual determinado substantivo pertence observando-se o artigo que o antecede. 

Substantivos femininos são sempre antecedidos pelos artigos femininos: a, as, uma, umas

Substantivos masculinos são sempre antecedidos por artigos masculinos: o, os, um, uns

Alguns substantivos, entretanto, pertencem aos dois gêneros (masculino e feminino). Estes substantivos são chamados de substantivos comuns de dois gêneros. 

Utilizando a informação acima e observando o gênero do artigo que o antecede podemos identificar com facilidade se o substantivo faz referência a um homem ou a uma mulher.

Exemplos de substantivos comuns de dois gêneros: 
  • o acrobata, a acrobata;
  • o agente, a agente;
  • o artista, a artista;
  • o consorte, a consorte;
  • o herege, a herege;
  • o intérprete, a intérprete;
  • o lojista, a lojista;
  • o mártir, a mártir;
  • o patriota, a patriota;
  • o viajante, a viajante;
  • o dentista, a dentista;
  • o jornalista, a jornalista;
  • o suicida, a suicida;
  • o estudante, a estudante;
  • o cliente, a cliente;
  • o colega, a colega;
  • o indígena, a indígena;
  • o pianista, a pianista;
  • o gerente, a gerente;
  • o camarada, a camarada;
  • o imigrante, a imigrante;
  • o mártir, a mártir
  • o fã, a fã;
  • o médium, a médium;
  • o repórter, a repórter.
Postado por Jefferson Albuquerque

"A moral" ou "O moral"?

A moral [substantivo feminino] é o conjunto das normas de conduta, os princípios que regem os bons costumes de uma sociedade e que são convencionados como válidos. 
Exemplo:

"Respeite esta instituição." 

A moral também pode significar a conclusão ou o propósito de algum fato.
Exemplo:
"Qual foi a moral da história?" 

O moral [substantivo masculino] diz respeito ao ânimo, à disposição e ao estado de espírito das pessoas.
Exemplo:
"O professor conseguiu levantar o moral da classe."
"O moral do soldados está baixo com a derrota nos jogos de guerra."