Você sabe o que é QUEÍSMO?


     Queísmo é o nome vulgar que se dá para um problema estilístico muito comum nas redações de estudantes brasileiros. O queísmo consiste no uso indiscriminado do pronome relativo “que”em redações de vestibulares e concursos públicos, denotando falta criatividade ou incapacidade, de uma grande parcela de estudantes, para lidar com a Língua Portuguesa.
     Aqui seguem algumas dicas de como eliminar o queísmo de suas redações:
a) Substituição da oração adjetiva por substantivos seguidos de complemento. Exemplo:
     O jornalista, que redigiu a matéria sobre as eleições presidenciais, foi bastante tendencioso.
     O jornalista, autor da matéria sobre as eleições presidenciais, foi bastante tendencioso.
b) Substituição por adjetivo. Exemplo:
     A política no Brasil é constituída por políticos que não são honestos.
     A política no Brasil é constituída por políticos desonestos
     Este é um objetivo que não pode ser atingido.
     Este é um objetivo inatingível.
c) Substituição da oração desenvolvida por uma oração reduzida de gerúndio. Exemplo:
     Publicou-se um relatório que denuncia a corrupção no governo.
     Publicou-se um relatório denunciando a corrupção no governo.
d) Substituição da oração desenvolvida por uma oração reduzido de particípio. Exemplo:
     Soube-se da corrupção no governo através de uma reportagem que foi publicada pelo jornal.
     Soube-se da corrupção no governo através de uma reportagem publicada pelo jornal.
     Fonte: http://cadernodeestudo.blogspot.com/2008/05/quesmo.html com adaptações feitas pelo redação do site PORTUGUÊS HOJE

Nenhum comentário:

Postar um comentário