Qual a diferença entre denotação e conotação?

     Observe as palavras grifadas nos exemplos a seguir: “Comprei uma corrente de ouro.”, “Eike Batista nada em ouro.”.
     No primeiro exemplo, a palavra ouro designa simplesmente o conhecido metal precioso, dúctil, brilhante e de cor amarela. Tem sentido próprio, real, denotativo. Já no segundo exemplo, ouro sugere ou evoca riquezas, aparência, poder, glória, luxo, ostentação, conforto, prazeres. Tem sentido conotativo, possui várias conotações (ideias associadas, sentimentos, evocações que irradiam da palavra).
     Como se vê, certas palavras têm grande poder evocativo, uma extraordinária carga semântica: são capazes de sugerir muito mais do que o objeto designado, desencadeando, conforme a situação, ideias, sentimentos e emoções de toda ordem. Quantas coisas podem sugerir palavras conotativas como selva, mar, praia, sol, festa!
     Em resumo, podemos dizer que palavras que denotação é o uso de uma palavra ou expressão no seu sentido real, no seu sentido original e primitivo. Já, conotação, é o uso de uma palavra ou expressão em uma acepção diferente daquela que lhe seria própria ou original.

Nenhum comentário:

Postar um comentário